0item(s)

Nenhum produto no carrinho.

Leilão dia 25 de Março

Product was successfully added to your shopping cart.

Samson Flexor

Ano: dê 1907 à 1971

Biografia:
Romeno, morou na França onde realizou todo seu aprendizado. Ligado aos grandes pintores franceses Lhote, Leger e Matisse. Participou de mostras em Paris, Bruxelas, Lisboa, Stuttgart, Nova Iorque e Montevidéo. Veio para o Brasil em 1946, onde participou de várias mostras entre 1950 e 1966. Tem obras no MAM de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, no Museu de Puschkin em Moscou, MAM de Paris e no Museu de Arte e História de Genebra. Viajou para a Bélgica em 1922, onde estudou química e cursou pintura na Académie Royale des Beaux-Arts. Mudou-se para Paris em 1924 e fez o curso livre da à‰cole Nationale des Beaux-Arts, orientado por Lucien Simon. Paralelamente, cursou história da arte na Sorbonne. Em 1926, freqüentou as academias La Grande Chaumià¨re e Ranson, onde recebeu aulas de Bissià¨re. No ano seguinte, realizou a primeira exposição individual, na Galeria Campagne Premià¨re, em Paris. Em 1929, participou da fundação do Salon des Surindépendants, atuando como diretor até 1938. Judeu convertido ao catolicismo em 1933, a partir desse ano passou a executar pinturas murais de temática religiosa. Membro da Resistência Francesa, durante a II Guerra Mundial, foi forçado a fugir de Paris. Nesse período, suas pinturas tornaram-se sombrias e iniciou estudos expressionistas e cubistas sobre a Paixão de Cristo. Em 1946 realizou viagem ao Brasil e expôs na Galeria Prestes Maia, em São Paulo. Em 1948 mudou-se definitivamente para o Brasil, fixando-se em São Paulo. Motivado pelo crítico Léon Dégand, então diretor do Museu de Arte Moderna, aproximou-se do abstracionismo de vertente geométrica e cria em 1951, o Atelier-Abstração, tendo como alunos Jacques Douchez, Norberto Nicola, Leopoldo Raimo, Alberto Teixeira e Wega Nery, entre outros. Em meados da década de 60 retomou a figuração.

Direção Ascendente

3 Produto(s)

Direção Ascendente

3 Produto(s)