0item(s)

Nenhum produto no carrinho.

Informações via Whatsapp
(11) 9 9904-3492

Visite nosso acervo

Product was successfully added to your shopping cart.

Nelson Ramos

1932 à 2006

Biografia
Nascido em Dolores, Soriano Departamento, a 19 de dezembro, 1932. Em 1951 regressou na Escola Nacional de Belas Artes, onde estudou com Vincent Martn. Viajou para o Rio de Janeiro com bolsa para estudar técnicas de gravura com Iberê Camargo e Johnny Friedlander (1959). Trabalhou como ilustrador de jornais brasileiros.
Em 1962 pelo Ministério da Educação e Cultura, viajou para a Europa, visitou a Espanha, Itália e França. Ele foi contratado pelo College of Art and Design, em Minneapolis (EUA, 1981). Artista em residência no Massachusets College of Art, em Boston (1992). Ele recebeu inúmeros prêmios, incluindo: Grande Prémio de Pintura (Primeira Bienal de Jovens Artistas, Uruguai, 1961) Prêmio de Aquisição (Câmara Municipal nos anos de 1956, 1958, 1962 e 1967); Prêmio Desenho arte contemporânea americana e Espanha (Madrid, 1963), Grand Prix XXXI Salão Nacional de Artes Plásticas (1967) MID-AMERICA ALLIANCE Arts Award, EUA (1991) ECOART-Prêmio, Rio de Janeiro (1992), etc. Participou, entre outras, nas seguintes exposições: Primeira Bienal de Arte, Córdoba, Argentina (1962), VII Bienal de São Paulo, Palácio de Exposições, Roma (1964), Veneza XXXII Bienal, Primeira Bienal de Arte (Medellin, Colômbia , 1968); X Bienal de São Paulo, VII Festival Internacional de Pintura em Cagnes-sur-Mer (França, 1976), XVIII Bienal de São Paulo, Galeria Tretyakov, em Moscou (1988), Havana Quarta Bienal (1991); XLVII Venice Biennale, e assim por diante. Foi premiado com a Irmandade da B nai B rith do Uruguai. Em 1996 ele foi premiado com o Figari. Ramos reconstrói a realidade a partir de fragmentos de outras realidades e elaborado em alguns casos, remover o suporte, em uma evolução que começou no início dos anos setenta com suas caixas e torna-se cruzado com as caixas atualmente nenhuma diferenciação entre o Continente e tornando o conteúdo, as investigações puramente plástica. Suas obras estão em museus no Uruguai, Argentina, Brasil, Espanha, EUA, etc. Morreu em 2 de fevereiro de 2006.

Nenhum produto coincide com esta seleção.