0item(s)

Nenhum produto no carrinho.

Estamos captando obras para o próximo Leilão

Product was successfully added to your shopping cart.

Galileu Emendabili

Ano: dê 1898 à 1974

Biografia:
Italiano, filho do também escultor Ludovico Emendabili, na puberdade já era mestre na arte de entalhar. Formou-se no curso superior de escultura da Real Academia de Belas Artes, que funcionava no Pallazo Ducale. Ainda na Itália, fez a cabeça de reclusa, de 1920 e o monumento memoralista a Giuseppe Meloni em Ancona. Por ser símbolo de idéias republicanas e de liberdade, este monumento causou vários dissabores, motivando-o na sua vinda para o Brasil. Já em São Paulo, no seu primeiro ateliê, na rua das flores hoje Praça Clóvis Bevilácqua, projetou e executou alguns monumentos como o do cientista Pereira Barreto, em 1925, erguido na Praça Marechal Deodoro / SP. Em 1929, já na Bela Cintra, participou pela 2ª vez de um concurso público internacional promovido em homenagem à Ramos de Azevedo, originalmente instalado na Av. Tiradentes e reerguido à partir de 75 em frente ao Instituto de Pesquisa e Tecnologia da USP. Em 34, conquistou o 1º e o 2º lugares no concurso aberto para o monumento aos heróis constitucionalistas de 32 (o obelisco no Ibirapuera). Na década de 40 ocupou-se de várias estátuas em terracota e mármore para os altares da Igreja Nossa Senhora da Paz / SP. Em 51, inaugurou o ateliê que iria manter até seus últimos trabalhos, o do Parque Manequinho Lopes, no Parque do Ibirapuera, foi lá que criou as esculturas do monumento obelisco. à‰ de sua autoria ainda o obelisco em granito, representando a asa de um avião, no aeroporto de Congonhas, o retrato de Rui Barbosa, no Palácio da Justiça / Sp e a obra em bronze, na confraternização entre imigrantes italianos e brasileiros na Praça do imigrante Italiano em Cidade Jardim / SP entre outras.

Nenhum produto coincide com esta seleção.